Título do tompo

Sempre Nobre!

País passa por terceira onda do coronavírus, e governo de Recep Erdogan restringe circulação e quer acelerar vacinação para tentar reabrir o país na temporada turística.

A Turquia relatou mais de 50 mil novos casos de infecção por Covid-19 nesta quarta-feira (7), maior número de registros diários desde o início da pandemia do coronavírus há mais de um ano.

O país, que reportou 54.740 novos casos e 276 mortes, está imerso na terceira onda da Covid-19. A doença já matou 32.943 pessoas na Turquia, que tem 83 milhões de habitantes, segundo dados oficiais.

O aumento de contágios obrigou o governo a endurecer as restrições que havia suavizado no início de março. Grande parte da Turquia se declarou como zona de alto risco de infecção, incluindo a capital Ancara e Istambul.

O governo anunciou o retorno do toque de recolher noturno durante o fim de semana nas cidades de alto risco, somado com outras medidas durante o próximo mês do Ramadã.
Durante este período de jejum para os muçulmanos, que neste ano acontecerá de meados de abril a meados de maio, será decretado confinamento nos fins de semana. Os restaurantes só poderão servir comida para levar.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, expressou na quarta-feira confiança de que essas medidas ajudarão a reduzir o número de casos antes do início da temporada turística em maio.

Segundo levantamento do site Our World in Data, que compila dados junto à Universidade de Oxford, quase 9% da população turca recebeu as duas doses das vacinas. Um dos imunizantes incorporados no país é a CoronaVac, produzida pelo laboratório chinês Sinovac. Há, no entanto, previsão do atraso na entrega de novas doses.

Fonte: g1.globo / Foto: Ozan Kose/AFP

Campartilhe.

Sobre o Autor

Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.

Deixe Um Comentário


Banner publicidade 728 x 90 RODAPE